IV SEMANA ACADÊMICA DO INSTITUTO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS - INSCRIÇÕES ABERTAS

ESTE ANO, A SEMANA TERÁ POR TEMA "A CRISE INSTITUCIONAL À LUZ DA CONSTITUIÇÃO DE 88".

CONVOCATÓRIA 1ª Assembleia Geral Ordinária do Centro Acadêmico

O CADEL tem a satisfação de convidá-los para a 1ª Assembleia Geral Ordinária do Centro Acadêmico, a realizar-se no dia 26/09/2017, às 18h00, no Auditório Hailton Corrêa (altos ICJ).

CADEL CONVOCA ESTUDANTES DE DIREITO PARA O CONERED/BELÉM

O CADEL, EM NOME DA GESTÃO [R]EXISTIR, ELEITA PARA A COORDENAÇÃO NACIONAL DOOS ESTUDANTES DE DIREITO NO PERÍODO 2017/2018, CONVIDA OS ESTUDANTES DE DIREITO PARA PARTCIPAREM DO II CONSELHO DAS ENTIDADES REPRESENTATIVAS DOS ESTUDANTES DE DIREITO (CONERED), `A SER REALIZADO NO DIA 23/09.

CADEL TRAZ ENED 2018 PARA BELÉM

A REGIÃO NORTE RETOMA O SEU PROTAGONISMO NO MOVIMENTO ESTUDANTIL E O CADEL COLOCA-SE NOVAMENTE COMO UM CENTRO ACADÊMICO RELEVANTE NACIONALMENTE.

22 julho 2014

ESTÁGIO - ESCRITÓRIO NELSON WILIANS & ADVOGADOS ASSOCIADOS

O Escritório Jurídico Nelson Wilians & Advogados Associados oferta 03 (três) vagas de estágio remunerado para acadêmicos de Direito, respectivamente para as áreas cível, trabalhista e tributária. O valor remuneratório da bolsa é de 01 (salário mínimo) - R$ 724,00 (setecentos e trinta reais). Como requisito, a vaga exige que os candidatos cursem a partir do 5º semestre.

Os interessados devem enviar curriculum vitae, indicando qual a área de sua preferência, para os emails: felipe.jacob@nwadv.com.br e mario.celio@nwadv.com.br

Texto: Felipe Mendonça – Diretor de Comunicação e Marketing

02 julho 2014

LAJUSA LANÇA EDITAL PARA SELEÇÃO DE BOLSISTAS

O Laboratório de Justiça Global e Direitos Humanos na Amazônia (LAJUSA) lança edital de abertura do Espaço Vivencial Lajusa, para escolha de novos bolsistas. O espaço ocorrerá entre os dias 07 e 30 de Julho e a prova para seleção, no dia 1 de agosto.

Serão escolhidos bolsistas dos cursos de Direito, Pedagogia, Serviço Social e Psicologia, com o objetivo de preencher bolsa PIBIC, bolsa Pró-doutor e bolsas Jovens Talentos Para a Ciência (JTPC).

As inscrições para o Espaço Vivencial Lajusa ocorrerão no dia 7 de julho, às 9h00min., no Núcleo de Prática Jurídica (NPJ), Bloco L do Setor Profissional da UFPA.

Para maiores informações, segue o EDITAL.


Felipe Mendonça – Diretor de Comunicação e Marketing

Fonte: Divulgação

DEFENSORIA E UFPA RETOMAM PESQUISA SOBRE DEFENSORES AMEAÇADOS DE MORTE


A discussão sobre militantes de Direitos Humanos ameaçados de morte no território paraense vem sendo retomada pela Defensoria Pública do Estado e a Universidade Federal do Pará (UFPA). O Defensor Público Marcio Cruz, coordenador do Núcleo de Defesa dos Direitos Humanos (NDDH) da Defensoria, e a professora Paula Arruda, coordenadora do Laboratório de Justiça Global e Educação em Direitos Humanos (LAJUSA), juntamente com as equipes técnicas de ambas as instituições, uniram forças para solucionar o grave problema na região.

Durante reunião realizada na sede do NDDH, a UFPA apresentou projeto de proteção das pessoas ameaçadas, solicitando a parceria da Defensoria na primeira etapa do projeto, que é um diagnóstico desses militantes nas regiões em que ocorre o maior índice de ameaças, além das questões sociais envolvidas, os motivos das ameaças, e outros dados.

Márcio Cruz destacou a importância da parceria com a Universidade Federal do Pará para o mapeamento dessas demandas de denúncias das violações de Direitos Humanos. “A experiência da UFPA com a prática que construímos no programa da defesa dos Direitos Humanos vai garantir que o assunto não perca a visibilidade como vem perdendo”, declarou.

Segundo a professora Paula Arruda, a UFPA somará experiências com a instituição. “Nós vamos fazer uma análise na questão da comunidade envolvida, das áreas que estão no processo de criminalização e intimidação e que afetam os Defensores de Direitos Humanos na Amazônia”, pontuou.

O projeto será apresentado na Organização das Nações Unidas (ONU), precisamente na Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), em Washington, com a intenção de que o problema dos militantes do Estado do Pará ameaçados de morte seja divulgado no âmbito internacional.

O pesquisador e mestrando do curso de Psicologia da UFPA, Igor do Carmo, será o encarregado da pesquisa dos documentos do programa. Ele abordará o perfil psicológico dos Defensores de Direitos Humanos ameaçados e outras questões relacionadas ao problema.

Uma das principais tarefas do pesquisador será atualizar a lista com os nomes dos Defensores de Direitos Humanos que estão na lista de ameaçados. A última relação teve atualização processada ainda em 2008, e agora a tarefa do mestrando será a construção da organização desses dados. A primeira etapa deste projeto começará em setembro deste ano.


Felipe Mendonça – Diretor de Comunicação e Marketing

Fonte: Divulgação