IV SEMANA ACADÊMICA DO INSTITUTO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS - INSCRIÇÕES ABERTAS

ESTE ANO, A SEMANA TERÁ POR TEMA "A CRISE INSTITUCIONAL À LUZ DA CONSTITUIÇÃO DE 88".

COPA EDSON LUÍS - EDITAL DISPONÍVEL

O EVENTO ESPORTIVO OCORRERÁ NOS DIAS 03 E 04 DE DEZEMBRO DE 2017.

CADEL TRAZ ENED 2018 PARA BELÉM

A REGIÃO NORTE RETOMA O SEU PROTAGONISMO NO MOVIMENTO ESTUDANTIL E O CADEL COLOCA-SE NOVAMENTE COMO UM CENTRO ACADÊMICO RELEVANTE NACIONALMENTE.

28 março 2015

[EVENTO] CINE DEBATE: I CINE NEGRO

Os Cines/Debates surgem com o objetivo principal de fomentar a discussão de pontos fundamentais para a construção de uma sociedade mais tolerante e pacífica, o projeto inclui a utilização de filmes, documentários e afins, como um acessório facilitador do debate que irá abordar como principais temas a questão étnica e sexual.
O evento seguirá a seguinte metodologia: Exibição do filme, explanação por 30 minutos da dra. Maria do socorro amoras e posteriormente debate entre os presentes.

Em sua primeira edição, contará com a presença da Profª Drª Maria do Socorro Amoras, e a temática abordada será a temática negra.



Texto: Victor Manaças - Diretor de Direitos Humanos e Direitos Sociais do CADEL
Publicação: Lucas Albuquerque - Diretor de Comunicação e Marketing do CADEL

26 março 2015

Ato Revisional da Assembleia Estatuinte do CADEL


Convidamos toda a comunidade discente de nosso curso a participar da Sessão de Ato Revisional da Assembleia Estatuinte do CADEL.

Local: Auditório da OAB (Praça Barão do Rio Branco, 93 - Campina, Belém-PA)
Horário: 14h
Data: 28/03 (sábado)

Esteja presente nesse momento histórico! Participe!
Gestão Unidos Pra Fazer Direito

25 março 2015

[NOTA PÚBLICA] Nova diretora executiva: Yanê Lima

Yanê Lima é a nova Diretora Executiva do CADEL
Com enorme satisfação, tornamos pública a toda comunidade acadêmica da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Pará, que o Centro Acadêmico de Direito Edson Luís - CADEL possui uma nova DIRETORA EXECUTIVA: YANÊ LIMA. 
A escolha do nome de Yanê, ocorreu durante nossa última reunião ordinária, ocorrida no dia 19 de março, na UFPA, e foi amplamente aprovado e defendido pelos presentes, em substituição a vaga deixada por DANIEL FAMPA – que não deixa o coletivo, e continua colaborando com a gestão do CADEL, porem, deixa o cargo para se dedicar a novos desafios em sua promissora carreira no meio jurídico. 

SOBRE A NOVA DIRETORA EXECUTIVA:
YANÊ LIMA é graduanda do turno noturno e está cursando o 3º Semestre do Curso. Seu ingresso no início do segundo semestre de 2014, na Diretoria Administrativa, foi determinante para observar que a discente possuia responsabilidade, a organização e a mediana tão procurada para o desenvolvimento do papel de representante discente. Yanê acredita ser importante "buscar, dentro das habilidades de cada um, a melhor forma de manter e aperfeiçoar o curso de Direito da UFPA".
Um dos fatores determinantes para a escolha de Yanê é sua disposição e disponibilidade para enfrentar todos os desafios acadêmicos e estruturais impostos diariamente pelo cotidiano da vida universitária. A nova Diretora Executiva cumpre fielmente o disposto em nossa Carta de Princípios no que se refere à meritocracia e ao viés acadêmico, se dedicando intensamente aos projetos propostos e desenvolvidos pelo CADEL.

A FORÇA DAS MULHERES:
A partir de agora, o Centro Acadêmico de Direito Edson Luís tem uma Diretoria Executiva integralmente feminina. Isso denota o poder e a força que as mulheres vem alcançando cada vez mais, superando as históricas barreiras do machismo e da discriminação, através de méritos e conquistas não apenas no ambiente acadêmico, como também no cotidiano em geral.
Com muita força e ousadia, nossa Diretoria Executiva traduz o espirito feminino e reafirma o compromisso do CADEL com o seu propósito de representar de maneira forte e plural toda a comunidade acadêmica.

AGRADECIMENTOS:
Não poderíamos deixar de agradecer imensamente a DANIEL FAMPA pela contribuição incansável e irrestrita dedicada durante todos esses anos a Diretoria Executiva do CADEL. As conquistas e os ensinamentos deixados durante sua passagem pela diretoria não serão superados, pelo contrário, serão aprimorados e continuados. Ademais, contamos sempre com a sua colaboração e desejamos toda a sorte e prosperidade nessa nova etapa a qual você passa a se dedicar.
Dessa forma, contamos com a colaboração e o diálogo entre toda a comunidade acadêmica do curso, para reafirmar a grandeza de nossa universidade e fortalecer o papel de representação estudantil. Continuaremos a cumprir nossos princípios fundamentais: fomentar e incentivar o crescimento do curso de Direito da Universidade Federal do Pará, através de nossas reivindicações juntamente aos setores competentes, eventos, parcerias, dentre outras ações.

Unidos, podemos cada vez mais superar desafios e ter uma representação estudantil cada vez mais em sintonia com os interesses de toda a comunidade acadêmica.
Publicação: Lucas Albuquerque - Diretor de Comunicação e Marketing do CADEL
CADEL - Gestão Unidos Pra Fazer Direito

24 março 2015

EDITAL DE SELEÇÃO DE MONITORES PARA AS DISCIPLINAS LIGADAS À TEMÁTICA AGROAMBIENTAL – 2ª CHAMADA

EDITAL DE SELEÇÃO DE MONITORES PARA AS DISCIPLINAS LIGADAS À TEMÁTICA AGROAMBIENTAL

I. PROGRAMA:
Edital Nº 09/2014 da Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (PROEG).
II. UNIDADE RESPONSÁVEL:
Instituto de Ciências Jurídicas (ICJ).
III. COORDENADOR:
Professora Doutora LULY RODRIGUES DA CUNHA FISCHER
IV. NÚMERO DE VAGAS:
1 (um) monitor remunerado

V. REMUNERAÇÃO:
1 (uma) bolsa de R$4.000,00 (quatro mil reais) em pagamentos mensais de R$400,00 (quatrocentos reais) ao longo dos dez (9) meses do projeto (abril-dezembro). Para o recebimento da bolsa, o aluno deve possuir, obrigatoriamente, conta bancária pessoal (não poupança) em um dos bancos conveniados com a UFPA: Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, HSBC ou Santander.

VI. REQUISITO PARA INSCRIÇÃO:
1. Estar regulamente matriculado no curso de Direito;
2. Ter cursado a disciplina Direito Agrário ou Direito Ambiental, com rendimento mínimo BOM em uma das disciplinas;
3. Dispor de, pelo menos, 15 (quinze) horas por mês para a execução do plano de trabalho determinado pelo coordenador.

VII. INSCRIÇÃO:
Enviar e-mail, até o dia 29/03/2015 (domingo), com o assunto “Inscrição na seleção de monitoria agroambiental 2015 - 2ª chamada” para o endereço eletrônico lulyfischerufpa@hotmail.com, com as seguintes informações:
1. Nome completo;
2. Email;
3. Telefone;
4. Turno;
5. Histórico universitário de notas digitalizado;
6.Declaração de disponibilidade de tempo (4h/semana); e
7. Currículo lattes atualizado.

VIII. DESCRIÇÃO DO PROJETO DE MONITORIA
A temática agroambiental na Amazônia possui grande relevância teórica e prática no contexto nacional e internacional em razão dos grandes conflitos existentes na região. Nesse contexto, o Instituto de Ciências Jurídicas da Universidade Federal do Pará é considerado um centro de referência sobre a temática, formando em nível de pós-graduação pesquisadores e profissionais de nível técnico-superior comprometidos com o desenvolvimento de respostas que ajustem a aplicação do Direito às particularidades regionais amazônicas.
Apesar da grande importância das questões agroambientais na atualidade, as disciplinas obrigatórias e optativas de graduação ligadas à temática agroambiental não despertam grande interesse dos discentes do curso de bacharelado em Direito, por considerarem-na de grande complexidade devido à necessidade de estudos multidisciplinares, além de ser pouco demandada em concursos públicos e no exame da Ordem dos Advogados do Brasil. Outro fator que dificulta o processo de aprendizagem é a pequena disponibilidade de materiais na área jurídica contextualizados com as problemáticas regionais, o que torna a aprendizagem pouco significativa para os discentes.
Tendo em vista que a Faculdade de Direito da UFPA visa formar profissionais com postura crítica e em prol da proteção dos direitos humanos, postura essa não compatível com uma visão mercantilizada e utilitarista do ensino do Direito, propõe-se o presente projeto de monitoria em Direito Agroambiental, com o intuito de estimular o aprofundamento do debate sobre essa temática também em nível de graduação.
Assim, o presente projeto visa ao mesmo tempo, estimular a formação de discentes de alto nível para a docência de ensino superior, bem como fomentar nos demais discentes um estudo crítico e ativo dos temas ligados à temática do Direito Agroambiental por meio da realização de atividades em classe e extraclasse que despertem o interesse relativos aos problemas agroambientais na região amazônica.
Complementarmente, o processo de ensino e aprendizagem proposto neste projeto é uma oportunidade para a revisão das práticas docentes vigentes dos participantes através da produção de material didático participativo e contextualizado sobre a temática, a ser utilizado na graduação nos semestres subsequentes.

IX. ATIVIDADES ACADÊMICAS DOS MONITORES
Os bolsistas selecionados deverão desenvolver as atividades previstas nos seus respectivos planos de trabalho, nos quais constarão as seguintes atividades:
 Elaborar 1 (um) plano de aula para uma das unidades da disciplina;
 Ministrar 1 (uma) aula durante o semestre sob supervisão;
 Acompanhar o professor durante as aulas a serem ministradas;
 Realizar reuniões semanais na Universidade para que os alunos realizem exercícios e esclarecimento de dúvidas dos discentes
 Participar do grupo de estudo sobre direito agroambiental associado às disciplinas de Direito Agroambiental
 Participar no processo de revisão dos materiais das disciplinas de Direito Agrário e Ambiental com os professores envolvidos no projeto
 Auxiliar na elaboração de exercícios para as disciplinas
 Auxiliar na coordenação de atividades extraclasse (sessões de cinema, palestras, minicursos) propostas para fomentar o debate sobre a temática durante o período do projeto.
 Participar das disciplinas e debates dos grupos da pós-graduação ligadas à temática agroambiental na condição de ouvinte como forma de aprofundamento de seus conhecimentos
 Elaboração de relatório final de atividades e/ou artigo científico sobre o projeto de monitoria.

X. OBJETIVOS DA MONITORIA
Habilitar os discentes a trabalhar com o ensino das disciplinas ligadas à temática agroambiental de modo a oportunizar uma leitura crítica das problemáticas jurídicas da Amazônia ligadas à implementação de Direitos Humanos.
A monitoria possui ainda os seguintes objetivos específicos:
 Promover o ensino articulado à Pesquisa e à Extensão nas áreas do Direito Agroambiental no âmbito da Faculdade de Direito da UFPA;
 Desenvolver mecanismos ativos de ensino e aprendizagem;
 Estimular o desenvolvimento de estudos multidisciplinares em Direito Agroambiental, privilegiando análises contextualizadas na Amazônia legal;
 Auxiliar os discentes na realização de estudos dirigidos como estratégia preventiva à evasão e ao abandono do curso;
 Integrar os trabalhos de monitoria com os do grupo de pesquisa de Direito Agroambiental da Pós-Graduação.

XI. CRITÉRIOS DE SELEÇÃO
1. Desempenho acadëmico do candidato verificado por meio da análise do histórico universitário apresentado;
2. Experiência prévia do candidato com a temática da monitoria, demonstrada pelas atividades listadas no currículo lattes apresentado;
3. Expressão oral, cuja análise será feita a partir de exposição de no máximo 10 (dez) minutos do candidato na qual deverá justificar o interesse no estudo e ensino da disciplina e demais informações que reputar relevantes. A exposição de todos os cantidatos inscritos ocorrerá no dia 30/03/2015 às 9h30 na sala 4 do Instituto de Ciências Jurídicas (ICJ), altos.

XII. RESULTADO
O resultado da seleção será divulgado em 31/03/2015 (quarta) a partir das 12h, na secretaria do Programa de Pós-Graduação em Direito (PPGD) da Universidade Federal do Pará (UFPA).
Belém, 24 de março de 2015.

LULY RODRIGUES DA CUNHA FISCHER

Coordenadora


CADEL- UNIDOS PRA FAZER DIREITO
Publicação: Rodrigo Ribeiro - Diretor de Comunicação e Marketing do CADEL 

EVENTO: "Poder Judiciário e Direitos Humanos: tensões e perspectivas na intervenção penal e no direito à saúde"


O EVENTO: "Poder Judiciário e Direitos Humanos: tensões e perspectivas na intervenção penal e no direito à saúde" está sendo realizado pelo Programa de  Pós Graduação em Direito (PPGD) da UFPA e é destinado aos acadêmicos da graduação e tem como objetivo compartilhar conhecimentos sobre a temática dos Direitos Humanos. 
Será realizado no dia 13/04 e tem 10 h de atividades complementares, para aqueles interessados em fazer a inscrição (gratuita), conforme as informações aqui publicadas. 

Não perca a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre esse tema, inscreva-se pelo email seminariopenalesaude@hotmail.com o quanto antes, as vagas são limitadas. O evento ocorrerá no dia 13 de Abril no Auditório Haílton Corrêa, nos altos do ICJ. Participe!!!


CADEL
UNIDOS PRA FAZER DIREITO 

23 março 2015

[CONVITE] Seminário "1964 - 51 anos depois"


A Comissão “César Leite” de Memória e Verdade da UFPA convida para o Seminário “1964 - 51 anos depois”, o 3º da série de eventos públicos realizados para divulgar os trabalhos da Comissão e dialogar com a comunidade acadêmica e a sociedade civil.
Na ocasião, teremos a honra de receber a Profa. Mônica Grin, da UFRJ, que proferirá a palestra “Experiências de Justiça de Transição e o Direito ao Ressentimento”. Logo em seguida, o Prof. e Pró-Reitor de Relações Internacionais da UFPA, Flávio Nassar, apresentará o projeto do Centro de Memória “César Moraes Leite”, a ser instalado no Bloco F do campus básico da Universidade.
Finalizando o evento, a Universidade Federal do Pará, por meio do CONSUN, promoverá uma Sessão de Desagravo, com o intuito de desculpar-se oficialmente com professores, técnicos e discentes que tiveram seus Direitos Humanos violados durante a época do Regime Militar na Universidade. Este será um momento histórico e inédito no Brasil, pois nenhuma outra Instituição de Ensino Superior promoveu uma Sessão com esse caráter até hoje.
“Para que não se esqueça, para que nunca mais aconteça”
OBS: Haverá entrega de Certificado de 12h complemetares

Publicação: Lucas Albuquerque - Diretor de Comunicação e Marketing

CENSO ACADÊMICO


CONVITE

Visando uma aproximação cada vez maior do Centro Acadêmico com a comunidade acadêmica em geral e o fortalecimento do papel de representação discente, o Centro Acadêmico de Direito Edson Luís promove a partir de 23/03/2015 o recenseamento dos alunos do curso.
Através dos dados obtidos poderemos conhecer melhor o perfil dos discentes, no que se refere a interesses e preferências, e assim, direcionar com maior ênfase as atividades a serem desempenhadas durante o ano, como cursos, palestras e demais atividades acadêmicas.

Preencha o CENSO ACADÊMICO, e ajude o Centro Acadêmico a desempenhar de forma cada vez melhor suas atividades, no intuito de contemplar da forma mais satisfatória nossa comunidade acadêmica. 


CADEL - Gestão Unidos Pra Fazer Direito
Publicação: Lucas Albuquerque - Diretor de Comunicação e Marketing



20 março 2015

Ato Revisional da Assembleia Estatuinte do CADEL



Convidamos toda a comunidade discente de nosso curso a participar da Sessão de Ato Revisional da Assembleia Estatuinte do CADEL.

Local: Auditório da OAB (Praça Barão do Rio Branco, 93 - Campina, Belém-PA)
Horário: 14h
Data: 21/03 (sábado)

Esteja presente nesse momento histórico! Participe!
Gestão Unidos Pra Fazer Direito

19 março 2015

Resultado da Seleção de Monitores da Disciplina Ética Jurídica

Resultado da Seleção de Monitores da Disciplina Ética Jurídica

I. Programa: Edital Nº 09/2014 da Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (PROEG)

II. Coordenador: Professor Doutor Victor Sales Pinheiro

III. Aprovação e Classificação dos candidatos:

                                               
 
Candidato
 
Nota da
Prova Escrita
 
 
Nota da Prova de aula
 
 
Nota final
 
 
Resultado
 
1º. Ayrton Borges Machado
 
 
10
 
9
 
9,5
 
Aprovado e classificado
 
 
2º. Ana Rosa da Silva Galvão
 
 
9
 
9,5
 
9,25
 
Aprovado e classificado
 
 
3º. Maria Isis da Silva Campos
 
 
9
 
8,5
 
8,75
 
Aprovado
 
4º. Nikolas Chrystian Sousa Tenório
 
 
8,5
 
8
 
8,25
 
Aprovado
 
5º. Laíze Marina de Oliveira Teixeira
 
 
 
8
 
7,5
 
7,75
 
Aprovado
 
 
6º. Lorena Coelho Netto Affonso
 
 
 
 
6


6
 
 
6
 
 
Reprovado

V. Posse e primeira reunião dos monitores classificados: dia 19/março, quinta, das 13h às 13h40, na sala 9 do Instituo de Ciências Jurídicas (ICJ) da Universidades Federal do Pará (UFPA).    

Belém, 18 de março de 2015.
Victor Sales Pinheiro
Professor Adjunto da Universidade Federal do Pará

17 março 2015

Circular n.º 004/2015: Reunião Ordinária do Centro Acadêmico de Direito “Edson Luís”

Circular n.º 004/2015 – CADEL/UFPA   

Belém, 16 de março de 2015.


Reunião Ordinária do Centro Acadêmico de Direito “Edson Luís”


Senhores Diretores e Colaboradores,
         
         Ao cumprimentá-los, convoco-os, por meio deste, para a Segunda Reunião Ordinária do Centro Acadêmico de Direito “Edson Luís” – Gestão Unidos Pra Fazer Direito.  A reunião se dará no dia 19 de fevereiro de 2015 (quinta-feira), às 17h00min, na Universidade Federal do Pará, bloco J, com concentração na sala do CADEL.
         Desde já contamos com a participação de todos os Diretores e Colaboradores do Centro Acadêmico de Direito “Edson Luís”. Segue, assim, alguns dos pontos de pauta para discussão e deliberação na referida reunião:

I – Discussão e aprovação da ata da reunião anterior;
II– Comunicados;
III – Proposições;
IV – Ordem do dia
·         Recepção dos Novos Colaboradores.
·         Substituição do Discente Daniel Fampa na Diretoria Executiva.
·         Apreciação da saída do discente Daniel Costa.
·         Apresentação de proposta sobre “Amigos da FAD”.
·         Apreciação da alteração do termo de parceria com a AIESEC.
·         Pedido de autorização, feito pelo Sr. Lucivaldo, para colocação de um Freezer da Kibom na sala do CADEL.
·         Proposta de Parceria CAFIS (CA de Física) - CADEL
V – O que ocorrer.


Atenciosamente,
                                    
Yanê Amoras Lima
Diretora Administrativa do Centro Acadêmico de Direito “Edson Luís”
yanelimaa@gmail.com

91 981970156

16 março 2015

[MINICURSO]: Inscrições encerradas.

Informamos que as inscrições para o minicurso jurídico "Escrita Científica: normalização de trabalhos acadêmicos" foram encerradas. 
Solicitamos, aos que preencheram e enviaram o formulário de inscrição, que verifiquem seus emails, inclusive a caixa de spam, a fim de saberem se estão efetivamente inscritos no evento. 
Por fim, lembramos que somente os discentes que tiverem seus nomes constando na lista de frequência do minicurso e participarem das atividades receberão o certificado de 5h de atividades complementares.


CADEL - UNIDOS PRA FAZER DIREITO 

14 março 2015

[MINICURSO] Inscrições abertas para Minicurso promovido pelo CADEL

Sobre o evento: Os minicursos Jurídicos são uma modalidade nova no CADEL para os alunos que se interessam em aprofundar-se de temas fundamentais à suas graduações. Nesta modalidade, a professora doutora Luly Fischer abrirá com o primeiro módulo de três edições que tratarão de escrita científica. Segundo a professora, este minicurso é voltado preferencialmente a alunos a partir do 7o Semestre do curso, haja vista sua noção mais avançada da ciência do direito. Desta maneira, a oportunidade mostra-se interessante para que esses alunos tenham mais facilidade na elaboração de TCC, além do ingresso no Programa de Pós Graduação em Direito da UFPA ou de qualquer outra universidade brasileira. Algumas pessoas tem facilidade em apresentar trabalhos oralmente, todavia possuem essa deficiência cientifica em concebe-los. 

Tema: Este primeiro módulo contará com o tema: "Normalização de Trabalhos Acadêmicos" com 20 vagas para inscrição (A serem preenchidas preferencialmente por alunos a partir do 7o semestre), além disso serão concedidas 5 horas de atividade complementar ao participante.

Inscrições: 



CADEL - UNIDOS PRA FAZER DIREITO
Publicação: Rodrigo Ribeiro - Diretor de Comunicação e Marketin do CADEL

12 março 2015

[EDITAL]: Seleção de Monitores para as disciplinas ligadas à temática Agroambiental

 EDITAL DE SELEÇÃO DE MONITORES PARA AS DISCIPLINAS LIGADAS À TEMÁTICA AGROAMBIENTAL

I. PROGRAMA:
Edital Nº 09/2014 da Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (PROEG).
II. UNIDADE RESPONSÁVEL:
Instituto de Ciências Jurídicas (ICJ).
III. COORDENADOR:
Professora Doutora LULY RODRIGUES DA CUNHA FISCHER
IV. NÚMERO DE VAGAS:
4 (quatro) monitores, sendo dois remunerados e dois voluntários

V. REMUNERAÇÃO:
2 (duas) bolsas de R$4.000,00 (quatro mil reais) em pagamentos mensais de R$400,00 (quatrocentos reais) ao longo dos dez (10) meses do projeto (março-dezembro). Para o recebimento da bolsa, o aluno deve possuir, obrigatoriamente, conta bancária pessoal (não poupança) em um dos bancos conveniados com a UFPA: Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, HSBC ou Santander.
VI. REQUISITO PARA INSCRIÇÃO:
1. Estar regulamente matriculado no curso de Direito;
2. Ter cursado a disciplina Direito Agrário ou Direito Ambiental, com rendimento mínimo BOM em uma das disciplinas;
3. Dispor de, pelo menos, 15 (quinze) horas por mês para a execução do plano de trabalho determinado pelo coordenador.

VII. INSCRIÇÃO:
Enviar e-mail, até o dia 15/03/2015 (domingo), com o assunto “Inscrição na seleção de monitoria agroambiental 2015” para o endereço eletrônico lulyfischerufpa@hotmail.com, com as seguintes informações:
1. Nome completo;
2. Email;
3. Telefone;
4. Turno;
5. Histórico universitário de notas digitalizado;
6.Declaração de disponibilidade de tempo (4h/semana); e
7. Currículo lattes atualizado.

VIII. DESCRIÇÃO DO PROJETO DE MONITORIA
A temática agroambiental na Amazônia possui grande relevância teórica e prática no contexto nacional e internacional em razão dos grandes conflitos existentes na região. Nesse contexto, o Instituto de Ciências Jurídicas da Universidade Federal do Pará é considerado um centro de referência sobre a temática, formando em nível de pós-graduação pesquisadores e profissionais de nível técnico-superior comprometidos com o desenvolvimento de respostas que ajustem a aplicação do Direito às particularidades regionais amazônicas.
Apesar da grande importância das questões agroambientais na atualidade, as disciplinas obrigatórias e optativas de graduação ligadas à temática agroambiental não despertam grande interesse dos discentes do curso de bacharelado em Direito, por considerarem-na de grande complexidade devido à necessidade de estudos multidisciplinares, além de ser pouco demandada em concursos públicos e no exame da Ordem dos Advogados do Brasil. Outro fator que dificulta o processo de aprendizagem é a pequena disponibilidade de materiais na área jurídica contextualizados com as problemáticas regionais, o que torna a aprendizagem pouco significativa para os discentes.
Tendo em vista que a Faculdade de Direito da UFPA visa formar profissionais com postura crítica e em prol da proteção dos direitos humanos, postura essa não compatível com uma visão mercantilizada e utilitarista do ensino do Direito, propõe-se o presente projeto de monitoria em Direito Agroambiental, com o intuito de estimular o aprofundamento do debate sobre essa temática também em nível de graduação.
Assim, o presente projeto visa ao mesmo tempo, estimular a formação de discentes de alto nível para a docência de ensino superior, bem como fomentar nos demais discentes um estudo crítico e ativo dos temas ligados à temática do Direito Agroambiental por meio da realização de atividades em classe e extraclasse que despertem o interesse relativos aos problemas agroambientais na região amazônica.
Complementarmente, o processo de ensino e aprendizagem proposto neste projeto é uma oportunidade para a revisão das práticas docentes vigentes dos participantes através da produção de material didático participativo e contextualizado sobre a temática, a ser utilizado na graduação nos semestres subsequentes.

IX. ATIVIDADES ACADÊMICAS DOS MONITORES
Os bolsistas selecionados deverão desenvolver as atividades previstas nos seus respectivos planos de trabalho, nos quais constarão as seguintes atividades:
 Elaborar 1 (um) plano de aula para uma das unidades da disciplina;
 Ministrar 1 (uma) aula durante o semestre sob supervisão;
 Acompanhar o professor durante as aulas a serem ministradas;
 Realizar reuniões semanais na Universidade para que os alunos realizem exercícios e esclarecimento de dúvidas dos discentes
 Participar do grupo de estudo sobre direito agroambiental associado às disciplinas de Direito Agroambiental
 Participar no processo de revisão dos materiais das disciplinas de Direito Agrário e Ambiental com os professores envolvidos no projeto
 Auxiliar na elaboração de exercícios para as disciplinas
 Auxiliar na coordenação de atividades extraclasse (sessões de cinema, palestras, minicursos) propostas para fomentar o debate sobre a temática durante o período do projeto.
 Participar das disciplinas e debates dos grupos da pós-graduação ligadas à temática agroambiental na condição de ouvinte como forma de aprofundamento de seus conhecimentos
 Elaboração de relatório final de atividades e/ou artigo científico sobre o projeto de monitoria.

X. OBJETIVOS DA MONITORIA
Habilitar os discentes a trabalhar com o ensino das disciplinas ligadas à temática agroambiental de modo a oportunizar uma leitura crítica das problemáticas jurídicas da Amazônia ligadas à implementação de Direitos Humanos.
A monitoria possui ainda os seguintes objetivos específicos:
 Promover o ensino articulado à Pesquisa e à Extensão nas áreas do Direito Agroambiental no âmbito da Faculdade de Direito da UFPA;
 Desenvolver mecanismos ativos de ensino e aprendizagem;
 Estimular o desenvolvimento de estudos multidisciplinares em Direito Agroambiental, privilegiando análises contextualizadas na Amazônia legal;
 Auxiliar os discentes na realização de estudos dirigidos como estratégia preventiva à evasão e ao abandono do curso;
 Integrar os trabalhos de monitoria com os do grupo de pesquisa de Direito Agroambiental da Pós-Graduação.

XI. CRITÉRIOS DE SELEÇÃO
1. Desempenho acadëmico do candidato verificado por meio da análise do histórico universitário apresentado;
2. Experiência prévia do candidato com a temática da monitoria, demonstrada pelas atividades listadas no currículo lattes apresentado;
3. Expressão oral, cuja análise será feita a partir de exposição de no máximo 10 (dez) minutos do candidato na qual deverá justificar o interesse no estudo e ensino da disciplina e demais informações que reputar relevantes. A exposição de todos os cantidatos inscritos ocorrerá no dia 16/03/2015 às 9h30 na sala 4 do Instituto de Ciências Jurídicas (ICJ), altos.

XII. RESULTADO
O resultado da seleção será divulgado em 18/03/2015 (quarta) a partir das 12h, na secretaria do Programa de Pós-Graduação em Direito (PPGD) da Universidade Federal do Pará (UFPA).
Belém, 10 de março de 2015.

LULY RODRIGUES DA CUNHA FISCHER

Coordenadora


CADEL- UNIDOS PRA FAZER DIREITO
Publicação: Rodrigo Ribeiro - Diretor de Comunicação e Marketing do CADEL 

11 março 2015

[CONGREGAÇÃO]: Confira a pauta da Reunião que ocorre nesta quinta (12), no ICJ.

Como já é de costume da gestão "Unidos pra fazer Direito", sempre que recebemos a convocação para o CONFAD e CONGREGAÇÃO disponibilizamos a pauta, o local e os horários das reuniões. Pois bem, a próxima reunião ocorrerá as 9h no auditório de cima do ICJ, nesta quinta (12/03) e discutirá a pauta mostrada abaixo, na convocação. Você, estudante, é sempre bem vindo em todas as reuniões, pois é nos conselhos que se discutem as pautas mais relevantes para o melhoramento do ensino em nossa faculdade. Participe! 

Belém, 10 março de 2015.
                
               Senhor (a) Conselheiro (a)
                 Tenho a satisfação de convidá-lo (a) para a reunião da Congregação do Instituto de Ciências Jurídicas, a realizar-se no dia 12/03/2015, (quinta-feira), às 09:30h., no Auditório Haílton Corrêa Nascimento, localizada nos altos do prédio do ICJ, para discussão e deliberação da pauta abaixo:
I – Discussão e aprovação da ata da reunião anterior;
II – Comunicações;
III - Proposições;
IV - Ordem do dia;
a)    Rediscussão acerca do pedido da Professora Daniella Dias para prestar Cooperação Técnica à Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará - UNIFESSPA.
b)   Deliberação acerca da Aula Mágna do Programa de Pós-Graduação em Direito, que ocorrerá em parceria com a Faculdade de Direito e com o Instituto de Ciências Jurídicas.
V - O que Ocorrer.
                        Atenciosamente,


Prof. Antonio José de Mattos Neto
Diretor Geral do Instituto de Ciências Jurídicas

Publicação: Rodrigo Ribeiro - Diretor de Comunicação e marketing do CADEL