22 março 2017

NOTA DE ESCLARECIMENTO

NOTA DE ESCLARECIMENTO

No final de semana foi veiculada uma nota em jornal local segundo a qual o curso de Direito da UFPA (Universidade Federal do Pará) estaria em 5º lugar no Pará e sob ameaça de alguns docentes aposentados requererem a intervenção da reitoria da Universidade no curso.

Ao contrário do referido nas notas, neste mês o MEC divulgou três índices de avaliação referente ao ano de 2015: o Índice Geral de Cursos - IGC, os resultado do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) e do Conceito Preliminar de Curso (CPC). No Enade, o curso de Direito da UFPA alcançou a nota máxima 5, sendo que somente dois cursos atingiram essa nota no Estado e somente 5% dos cursos avaliados em todo o Brasil. Quanto ao CPC, o Curso de Direito da UFPA obteve nota 4, a segunda maior nesse indicador. No IGC estamos junto às 70 melhores universidades do país, sendo a melhor da região norte.

No ano de 2016, o nosso curso de Direito recebeu o selo OAB Recomenda, levando em consideração que apenas 139 cursos o receberam em todo o país, além disso foi o curso jurídico do Estado do Pará que mais aprovou nos últimos exames da ordem. No ranking da Folha de São Paulo de 2016 ficamos na 29ª posição, sendo o melhor curso de toda a região norte.

Neste ano, o curso de Direito da UFPA completa 115 anos mantendo excelência em diferentes aspectos como ensino de graduação, pós-graduação, extensão e pesquisa e por isso repudia notas que, de forma desinformada, o atacam.

INSTITUTO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS DA UFPA

FACULDADE DE DIREITO DA UFPA

0 pareceres:

Postar um comentário