14 março 2019

365 DIAS SEM RESPOSTA: QUEM MANDOU MATAR MARIELLE?

365 DIAS SEM RESPOSTA

14 de março. Dia que carrega um significado melancólico e marcado pela injustiça de mais um ano sem Marielle Franco e sem respostas satisfatórias. Mais um ano de uma voz silenciada porque lutava pelos Direitos Humanos e pela ocupação dos espaços por pessoas historicamente invisibilizadas, pois para ela esse era o caminho para se reduzirem as desigualdades. Mulher, negra, mãe, bissexual e favelada, Marielle ainda representa tudo aquilo pelo qual ainda vale a pena lutar, sobretudo perante tempos de incertezas e ameaças a direitos duramente conquistados. Ela vive em nossos pensamentos e corações como mais uma das mulheres incríveis que inspiram outras mulheres a se tornarem tudo aquilo que parece improvável, pois, afinal, é preciso lembrar que hoje também é o 105º aniversário de Carolina Maria de Jesus, uma das primeiras escritoras negras do Brasil que, assim como Marielle, era semente e fomentou o nascimento de outras milhões. 
Nós do Centro Acadêmico de Direito Edson Luís (CADEL) também nos juntamos ao grito de justiça por Marielle e pela vida e liberdade das mulheres em todos os espaços. É pelas Marias, Mahins, Marielles, Malês, Sabrinas, Dandaras, Margaridas, Reginas, Rosas, Claudias e todas as outras que foram punidas por lutarem para que suas vozes fossem ouvidas.

SOMOS TODAS SEMENTES!
MARIELLE VIVE! JUSTIÇA PARA MARIELLE! QUEM MANDOU MATAR MARIELLE?

0 pareceres:

Postar um comentário