19 março 2019

CADEL divulga: Mulheres à Margem (R)existem: Marielle Presente

Marielle Franco era uma mulher negra, moradora da Maré, defensora dos direitos lgbts, dos negros e das minorias, que combatia de forma intensa a milícia e o estado punitivista. Foi eleita vereadora, de forma democrática, com mais de 45 mil votos, sendo a quinta mais votada na eleição. Marielle foi brutalmente assassinada no dia 14 de março de 2018. Desde então, o caso tomou repercussão a nível mundial e, em diversos lugares, foram feitas homenagens pra ela e atos em busca de respostas ao crime. Quem matou Marielle Franco? Quem mandou matar Marielle Franco? Um ano sem respostas pro crime político de alguém que carregava, no próprio corpo, as dores das minorias. “É na luta que a gente se encontra”, ela dizia. 
Dia 22/03 vai rolar uma roda de debate no Cesupa sobre as dificuldades enfrentadas pela mulher na política e a marginalização das minorias. Mulheres a margem resistem! Tentaram silenciar a voz de Marielle Franco e surgiram milhares dela para levarem adiante essa luta. Entrada gratuita. As inscrições serão feitas presencialmente. Não perca!


0 pareceres:

Postar um comentário